quinta-feira, 17 de março de 2011

A Insignificância do Ser Humano



Se você acompanha o blog já leu a postagem sobre o real valor da vida humana, onde discuto até onde homem é realmente merecedor do valor que supõe ter.

O ser humano se acha! A espécie humana historicamente tem mania de se engrandecer. Seja por uma tentativa desesperada de criar algum sentido para si próprio ou por pura ignorância a respeito da própria (in)utilidade, ela se acha a mais incrível criatura do planeta Terra – e ainda criou um Deus supremo que afirma e confirma isso (Salmos 8,7: Tu o fizeste reinar sobre as obras das Tuas mãos, e sob os pés dele tudo colocaste). Nada mais conveniente.
Embora a Bíblia não seja exatamente antropocentrista, mas teocentrista, dá amplos poderes para a maior criação de Deus, o homem, deitar e rolar sobre o planeta. Tudo que existe só o faz para atender aos nossos desígnios, nada além.

Triste saber que tem gente que pensa e-xa-ta-men-te dessa forma. E não são poucos!

Ocorre que, eu deteeeeesto informar, nós na verdade não somos tão grandiosos assim perante o planeta, nem mesmo para o Universo, conforme queremos acreditar. Vamos aos modelos de escala abaixo:

Comparação de tamanho entre os planetas do Sistema Solar. A Terra, comparada aos planetas extra-solares, é ridiculamente pequena. A Grande Mancha Vermelha de Júpiter, uma tempestade infinita de lá, é maior que o nosso planeta inteiro.

Se Júpiter tivesse acumulado 50x mais massa (o que, no espaço, é relativamente fácil) poderia ter se transformado num outro Sol. São dois motivos que fazem da Terra o único planeta capaz de abrigar vida no nosso sistema: 1) a órbita exata em relação ao Sol, capaz de manter temperatura ideal e existência de água líquida e 2) posicionamento estratégico com relação à própria Via Láctea, numa faixa nem tão longe do núcleo onde se congelaria com o frio, nem tão próxima onde se vaporizaria com o calor absurdamente alto. FOI UMA CAGADA, NÃO FOI DEUS! Se o Sol fosse um pouco maior, Marte teria vida; se fosse menor, seria Vênus. Por ele ser do tamanho que é, é a Terra. Apenas isso! Não tem NADA de divino nisso!
Mas se você acha Júpiter realmente tão grande assim...

Comparação entre os planetas do Sistema Solar e o próprio Sol. Plutão, que até pouco tempo atrás era considerado planeta, já sumiu e a Terra também tá quase lá!

... olha o quão diminuto ele é com relação ao nosso astro-rei. Nossa! O Sol é demais! Ah é? É mesmo!? Então dá uma olhada aqui embaixo.

Comparação entre o Sol e outras estrelas maiores. Júpiter, que tem massa equivalente em 318 Terras, é um miserável pixel. E o Sol, cuja massa é de absurdas 333.000 Terras, quase nem aparece mais. Sirius é a estrela mais brilhante que vemos no céu noturno.
Perto de outras grandes estrelas que existem aos bilhões no universo, o Sol é menos que uma bolinha de gude nas mãos de um Argentinosaurus. Novamente, seu tamanho e sua capacidade energética proporcionaram as condições ideais de vida pra galera da Terra aqui. NÃO FOI DEUS! Mas, de novo, se você achou Arcturus gigantesca...

Agora é o próprio Sol que se transformou em apenas 01 pixel... e Júpiter nem aparece mais. Nem sei, nesta escala, qual seria o tamanho da Terra, mas chuto que seria algo em torno de 1 micron ou menos. A monstruosa Antares é uma supergigante vermelha classe M, com diâmetro nada menos que 700 vezes maior que o do nosso Sol.


 ... é porque não conhecia Antares.

E aí? Ainda se acha grande coisa? :P

“Ah, mas não vi nenhuma comparação humana até agora”! Tem razão, vamos a algumas então?

Usain Bolt é o homem mais rápido do mundo na atualidade. O jamaicano consegue correr à inacreditável velocidade de 44,7km por hora. Mas isso é apenas um pouco mais de 1/3 dos 110km/h que um guepardo (Acinonyx jubatus) é capaz de alcançar. Podemos comparar Bolt então a animais menores: o coelho fofinho consegue correr a 55km/h, o bichano que está deitado ali na almofada da sala alcança 48km/h. O imenso e obeso rinoceronte chega a até 45km/h – mais que Bolt. Todas essas medidas são em velocidade absoluta, sem proporcionalidade. Um esquilo pode alcançar 20km/h, mas coloque-o em tamanho proporcional pra não ver o jato em que se transforma! Até cobras, que nem têm pés, podem chegar a 32km/h!

O ser humano sequer consegue planar, que dirá voar. Mas, mesmo que tivesse capacidade, com toda certeza não tiraria o falcão-peregrino (Falco peregrinus) de seu trono. Essa ave alcança assombrosos 320km/h quando em vôo! Em velocidade absoluta, é o animal mais rápido do mundo. Outros pássaros também são velozes... a andorinha alcança 170km/h (nem meu carrinho 1.0 consegue isso) e até mesmo o inocente e frágil pombo pode chegar a 100km/h.

Karoline Meyer, brasileira, é campeã mundial de apnéia, conseguindo ficar inacreditáveis 18’32’’ submersa. O belga Patrick Musimu é o ser humano que conseguiu mergulhar mais fundo contando apenas com o ar dos próprios pulmões: 209,6m. Só que qualquer cetáceo é capaz de quebrar esses recordes com facilidade. O cachalote (Physeter macrocephalus), por exemplo, segura o fôlego por 120 minutos (2 horas) e desce a até 3000m de profundidade.

Assim como Bolt, o brasileiríssimo César Cielo também é o homem mais rápido do mundo... só que na água. Consegue chegar a fantástica velocidade de 7,7km/h, mais que uma caminhada avançada. Contudo, o agulhão-bandeira (Istiophorus platypterus) o deixaria para muuuuito longe, com seus absurdos 114km/h no mesmo elemento – isso tudo mesmo com a feroz resistência que a água oferece.

O polonês Mariusz Pudzianowski (eta nomezinho desgraçado de difícil!) é considerado o homem mais forte do planeta, capaz de levantar até 415kg de peso no chamado levantamento terra. O cara pesa 140kg no auge de sua forma, concluindo-se assim que consegue levantar aproximadamente 3 vezes o próprio peso. Impressionante, mas uma determinada espécie de besouro (Onthophagus taurus) consegue erguer nada menos do que 1.141 vezes seu peso! É como se uma pessoa de 70kg puxasse 6 ônibus duplos, como aqueles de Londres... e completamente lotados.

Jill Drake tem a voz mais poderosa do planeta, alcançando até 129 decibéis, apenas 10Db a menos que o motor de um jato. Contudo, a baleia-azul (Balaenoptera musculus) alcança 180 decibéis sem fazer força, e seu ruído se propaga por até 800km embaixo d’água.


Bolt, Meyer, Musimu, Cielo, Pudzianowski e Drake. Por mais fantásticos que tenhamos nos tornado, não chegamos nem sequer à sombra dos calcanhares...

... dos verdadeiros campeões deste mundo: guepardo, cachalote, agulhão-bandeira, besouro-rinoceronte e baleia-azul.

Vale lembrar que todas essas pessoas só conseguem essas façanhas mediante muito treinamento, enquanto os animais têm essas capacidades naturalmente.
Sob praticamente quaisquer critérios em que se meça as capacidades humanas e animais gerais, aquele vai sempre perder fragorosamente. Só levamos vantagem mesmo no volume cerebral relativo e no intelecto.
E, só pra terminar com mais uma comparação impressionante...

VY Canis Majoris é uma estrela hipergigante vermelha e é a maior  conhecida pelo homem. A luz demora míseros 0,13s para circunavegar a Terra mas, para fazer o mesmo com VY Canis Majoris, precisaria de 8 HORAS e rodar nada menos que 8.634.022.790,4km. E isso porque a estrela já perdeu metade de sua massa e deve explodir em uns 3000 e poucos anos!



Nesta escala, o Sol não mede sequer 01 pixel. Ele simplesmente não aparece...

Será que somos mesmo a coisa mais fantástica deste Universo?

Somos tão intocáveis e soberanos sobre a face da Terra como imaginamos ser? O maremoto do Japão veio para nos lembrar (de novo!) da nossa imensa fragilidade e incapacidade.

Somos alertados quase diariamente de nossa prostração e submissão perante a natureza, mas insistimos em ignorar. Mas a verdade é uma só: Nós não somos nada. NADA.

Mas não precisa se matar por conta disso! Você tem o seu valor, só o superestima. Para terminar esta postagem de forma divertida e te arrancar algumas risadas, deixo este vídeo aqui:


Espero que tenha ajudado... :P

5 comentários:

  1. Muito legal, muitas pessoas que se acham muito importante deveriam dar uma lida !!!!
    Muito legal .

    ResponderExcluir
  2. Na verdade o homem tem sua puta significância sim, pois dentro de todos os animais do planeta é o único que é capaz de manipular a memória, e portanto evoluir gradualmente utilizando o passado como base. Jupiter é grande, o sol tb, ta e daí? Nenhum deles são seres vivos capazes de racionalizar ou metodizar como o homem. O seu artigo é meramente sobre "quem tem mais força, ou quem é maior, logo são mais importante" e de fato o homem não é nada comparado a força da natureza, porém, o simples fato de ele ser o unico capaz de manipula-la de acordo com a sua vontade jamais o tornará insignificante. A menos que um meteoro ou outro evento destrua a terra nos proximos 100 anos, o homem não tem limites, e assim como ja é capaz de manipular pequenas mudanças meteorologicas, não duvido o que o futuro aguarda, é so questao de tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser até verdade do homem ter sua significância, manipular memórias e evoluir utilizando o passado, mas meu caro o homem esta muito longe de manipular a natureza por um todo acredito que o homem possa vir a conviver harmoniosamente com ela mas manipulá-la acho que ainda vai demorar um pouco, talvez depois da terceira era do Gelo...

      Excluir
  3. concordo plenamente a respeioto sobre o homen nunca se pode depreciar este que ainda pequeno possui um universo em si , embora muito caotico tem conciencia ate pra poder falar ou especular nestas outras areas de existencia que vc mesmo relata

    ResponderExcluir
  4. nada e super. no universo

    ResponderExcluir